quarta-feira, 28 de setembro de 2011

MUDEI!

Agora você me encontra em: http://casosrenais.com/

1 ano e 10 meses...

Quase chegando em 2 anos de tratamento.
Esse mês eu escapei do meu pior pesadelo na hemodiálise: ver alguém falecer. Como não estou indo mais nas quintas-feiras, eu acabei deixando de presenciar a morte de uma senhora idosa que sentava na minha frente. Ela vinha muito mal para hemodiálise, e justamente em uma quinta, ela faleceu no meio da sessão. Os relatos não foram poucos e descreveram a morte da senhora como rápida e tranquila, ela simplesmente "caiu" pro lado.
Agora o ranking do BOX esta empatado, 2 transplantes x 2 óbitos.


Emocionalmente falando, eu me encontro desestabilizada, com problemas de saúde na família e para piorar, minha cadela Laika esta com Diabetes, já em fase de tomar insulina, e por experiência com meu pai, sei que se tomar a dosagem errada de insulina pode ser fatal. Sempre fui apegada em animais, e só de ouvir que algum animal sofreu/esta sofrendo eu desmorono, não preciso nem ver ou conhecer, quando tinha uma renda melhor sempre ajudava a UIPA (União Internacional de Protetora dos Animais). Agora ficar presenciando de perto uma cadelinha que esta na família há 14 anos, passando por esse sofrimento me deixa desestabilizada. Eu cheguei até desejar que se acontecesse algo com ela, que eu estivesse bem longe, mas ela é muito especial, e na verdade, se algo for acontecer com ela, eu quero estar do lado dela, dando meu apoio para ela ter certeza que nos melhores e piores momentos ela não estará sozinha. Nenhum animal deve ser abandonado ou ignorado em seu sofrimento, muitos são abandonados quando estão velhinhos, acho um absurdo, nunca faria isso com nenhum, muito menos com a Laika.


As coisas continuam indo em frente no que se relaciona o meu tratamento. Estou indo para a fase 3, a pré-transplante, já que já passei pelo cateter (fase 1) e pelas dores ósseas (fase 2).
Ontem fui ao HC trocar de equipe de transplante, a primeira consulta ainda vai vir (dia 24/10), e eu sei que vai ter uma imensidão de consultas, exames, palestras, então vou aproveitar essa folguinha e me dedicar a coisas não relacionadas ao tratamento, pois quando começar a fase dos exames eu vou viver só disso, tenho certeza.
Também passei na consulta para ver como estava meu PHP e até a equipe se assustou: 1.428! Três meses atrás estava com 255 e para variar, tiraram conclusões precipitadas e levei uma imensa bronca (da equipe inteira/4 médicos) por estar dialisando apenas 2x por semana, o resultado é que estou com uma carta para entregar ao Dr. L., onde eles "recomendam" meu retorno 3x por semana. Eu não ligo de voltar a fazer 3x por semana, apesar de ter ciência que fico 100% melhor fazendo 2x por semana, mas quem sabe mais são os médicos, não eu.
Uma das medicas pediu para eu ler uma reportagem que saiu na folha essa semana, ela citou a seguinte frase "Hemodiálise é igual dinheiro, quanto mais tem, melhor!", eu ri, não sei se concordo com isso, mas deixa quieto. Quem quiser ler a reportagem, esta postada logo abaixo.


O Sr. J. foi na clinica esses dias e esta vendendo saúde, com menos de 6 meses de transplante já esta trabalhando, comendo e bebendo de tudo, fiquei muito feliz em vê-lo. A senhora que estava precisando de um transplante de fígado já recebeu o órgão e parece estar com problemas renais agora, então vamos continuar na torcida por ela.


A minha frequência aqui vai aumentar, eu preciso apenas de um tempo para organizar a cabeça e as coisas. A transferência de servidor do “Casos Renais” deu um pouco de trabalho, mas agora esta quase 100%, assim que concluir eu posto com mais frequência.



(foto antiga, Laika e Eu)


Minha mente atualmente esta abalada.
Meu físico atualmente esta otimo!!!.

Noticia: Pesquisa sobre frequência de Diálise



Dois dias sem diálise elevam risco de morte, diz pesquisa
(Mariana Versolato)

Um grande estudo publicado nesta semana questiona o modelo clássico de hemodiálise, que tem sido usado há mais de três décadas, e afirma que as três sessões semanais do tratamento não são suficientes.
Segundo pesquisadores da Universidade de Minnesota, nos EUA, o período de dois dias sem hemodiálise, geralmente no fim de semana, aumenta em 22% o risco de morte, por causa do acúmulo de líquido e de toxinas.


Além disso, o número de hospitalizações por causa de derrames e problemas cardíacos mais que dobra no dia seguinte após essa pausa.


Em geral, os pacientes com doença renal crônica fazem hemodiálise de segunda, quarta e sexta ou de terça, quinta e sábado.


Especialistas dizem que o estudo, que envolveu 32 mil pacientes e foi publicado no "New England Journal of Medicine", confirma o que eles veem nos ambulatórios.


"O dia mais delicado é após o fim de semana. Acontecem mais mortes súbitas e edemas de pulmão", afirma Paulo Ayroza Galvão, cocoordenador do núcleo de nefrologia do Hospital Sírio-Libanês.


SOLUÇÃO
No Hospital das Clínicas da USP, cerca de 20 pessoas já fazem a hemodiálise diariamente, com bons resultados.


"Nossa experiência bate com o resultado do estudo. Todos tiveram melhor qualidade de vida", diz Hugo Abensur, professor da USP e responsável pela hemodiálise do Hospital das Clínicas.


Essa melhora acontece porque o paciente acumula menos líquido e toxinas entre um dia e outro e sai menos debilitado da sessão. A hemodiálise diária, no entanto, pode ser mais aplicável para pacientes com maior risco de complicações.


"Não digo que a solução seja a diária. Pode ser que uns precisem de quatro, outros de cinco sessões por semana."


MUDANÇA
Para Daniel Rinaldi, presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia, o modelo atual vai ter de ser revisto.


"Sabemos que o paciente que faz diálise todo dia se sente melhor, e que o esquema que oferecemos talvez não seja o mais adequado."


O problema, diz Rinaldi, é que a diálise no Brasil já enfrenta uma crise: há poucas clínicas, muitas delas, sucateadas, o custo do tratamento está defasado e há demora no repasse do governo.


"O serviço está inadequado, mas aumentar as sessões pode se tornar inviável por falta de estrutura financeira e física. De toda forma, é obrigação nossa dar o melhor tratamento ao paciente."


Fonte: Folha de São Paulo

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Ultimas noticias...







De acordo com Carmen Tzanno, membro da SBN, houve uma mudança no perfil do doente renal. Antes, o problema era causado principalmente por doenças infecciosas, e os jovens eram a maioria dos pacientes que faziam diálise. Hoje ...

http://vcmerecesaude.wordpress.com/ — Wed, 14 Sep 2011 07:24:27 -0700




Atualmente ela vai três vezes por semana a uma clínica especializada para fazer a hemodiálise, que demora cerca de quatro horas. Transplante A cirurgia de transplante será realizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Santa Casa de Campo Grande. “Estou muito ansiosa. Não vejo a hora de fazer logo o transplante. Ter um novo rim funcionando será como ter uma nova vida”, afirmou ela. saiba mais. Mulher doa rim para ex-marido 16 anos depois da separação em SC ...

http://g1.globo.com/brasil/ — Tue, 13 Sep 2011 08:13:19 -0700




De acordo com um estudo português que vai ser publicado em breve na Clinical Transplantation, os transplantes de rins garantem uma poupança superior a 20 mil euros por doente ao fim do primeiro ano. Ou seja, cada doente gasta menos ...

http://auditinghealth.med.br/wp/ — Tue, 13 Sep 2011 06:41:46 -0700




A Unidade de Diálise da Santa Casa de Araçatuba é referência para 31 municípios da região. A cidade de Ilha Solteira presta atendimento a pacientes renais dos municípios do entorno. O diretor-clínico da Santa C...

http://www.folhadaregiao.com.br/ — Mon, 12 Sep 2011 09:08:23 -0700




Eu sou Fernando, este blog é um pouco da minha experiência pessoal como doente renal, em dialise peritoneal, hemodialise e para podermos trocar ideias, opiniões, conversar, desabafar e podermos ajudar uns ao outros. O meu email é Fernandoneto67@ .... é que vamos explicar isto!? tags: dialise peritoneal, doente renal, doença renal crónica, hemodialise, insuficiencia real, rins ... Associação Portuguesa de Enfermeiros de Dialise e Transplantação . Viver Bem em Hemodialise ...

http://insuficienciarenal.blogs.sapo.pt/ — Sat, 10 Sep 2011 06:10:10 -0700




A detecção precoce auxilia no controle da doença e evita a progressão da mesma, evitando que ela atinja os estágios mais avançados onde há necessidade de terapia renal substitutiva (diálise ou transplante). Quando a doença renal se ...



sábado, 10 de setembro de 2011

Resultado dos Exames...

PRE HEMODIALISE:
Hemoglobina: 11,0
Hematocrito: 33,6


Ureia: 135,1
Calcio Ionico: 1,40
Fosforo: 4,8
Potassio:5,1
TGP: 19
Fosfatase Alcalina:  189

Ferro: 52
Ferritina: 319,8
Sat. de Transferrina: 30

Proteína Total: 7,0
Albumina: 3,7
Globulina: 3,3


POS HEMODIALISE:
Ureia: 34,4


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Mudança...

Olá pessoal!

Ainda estou mudando as coisas aqui, então não reparem se estiver tudo bagunçado, com calma eu termino de organizar tudo aqui :)

sábado, 3 de setembro de 2011

Aviso...

Estou mudando o Casos Renais de servidor, por esse motivo pode ser que durante essa semana vocês encontrem ele fora do ar em algum momento.

Volto logo ;)

Aviso...

Estou mudando o Casos Renais de servidor, por esse motivo pode ser que durante essa semana vocês encontrem ele fora do ar em algum momento.

Volto logo ;)