sábado, 30 de julho de 2011

Orientações sobre o Potássio...

Para controlar o potássio é importante tomar alguns cuidados com as frutas, verduras e legumes que são alimentos ricos em potássio. No entanto, não se deve excluir totalmente esses alimentos da dieta, pois contêm outros nutrientes importantes para  o organismo como fibras, vitaminas e minerais.

Tabela de exemplo:

FRUTAS COM MENOS POTÁSSIO
Laranja Lima média
Banana maçã média
Abacaxi (1 fatia média)
Maçã média
Pêra média
Tangerina
Ameixa fresca média
Caqui médio
Manga (1 unidade pequena)
Melancia (1 fatia média)
Jabuticaba (2 pires de chá)
Morango (10 unidades)
Limão (1/2 copo)
Pêssego médio.

FRUTAS COM MAIS POTÁSSIO
Laranja pêra média
Banana prata, nanica
Mamão (1 fatia média)
Melão (1 fatia média)
Abacate (1/2 und. média)
Uva (1 cacho pequeno)
Maracujá médio
Goiaba média
Kiwi médio
Jaca (5 gomos)
Amora (10 unidades)
Figo médio
1/2 copo de água de coco

Lembrete: Sucos naturais equivalem a 1 porção da fruta.

Você pode comer 1 ou 2 frutas por dia com POUCO potássio ou 1 fruta por dia com MUITO potássio.

IMPORTANTE: Não comer carambola, pois é tóxica para quem tem Insuficiência Renal Crônica.

Como reduzir a quantidade de Potássio dos alimentos:
O cozimento em água reduz cerca de 60% do potássio das verduras e legumes. Para tanto, deve-se proceder da seguinte maneira:
- Descascar os legumes/vegetais
- Colocar em uma panela com bastante água e deixar ferver
- Escorrer a água do cozimento
- Refogar como desejar

Em geral, os vegetais crus podem ser ingeridos em pequenas quantidades (1 pires de chá)

Sopas: Não utilize a mesma água onde foram cozidos os legumes e verduras, pois esse caldo é rico em potássio.

EVITAR:
Caldo de Cana
Suco concentrado de fruta
Chocolate
Amendoim, Castanha, Amêndoa, etc.
Extrato de tomate
Frutas secas: Uva passa, Ameixa Seca, Coco seco ralado

Sintomas de excesso de potássio (hipercalemia):
Geralmente são cardiovasculares como a desaceleração da freqüência cardíaca, arritmia, diminuição da pressão arterial, podendo evoluir para uma parada cardíaca.

Nenhum comentário: