domingo, 31 de julho de 2011

Orientações sobre o Fósforo...

O fósforo, assim como o Potássio, tambem deve ser controlado seguindo uma dieta adequada, evitando a ingestação exagerada de alimentos ricos em fósforo.

Problemas relacionados a níveis elevados de fósforo no sangue:
- Desenvolvimento de doença óssea.
- Retirada de cálcio dos ossos, com dores, enfraquecimento e quebra dos ossos.
- Calcificação (endurecimento) dos tecidos moles, como vasos sanguíneos, coração e pulmões.
- Coceiras em todo o corpo.

Você pode prevenir e tratar esses problemas ingerindo alimentos com pequenas quantidades de fósforo.

Alimentos RICOS em fósforo que devem ser EVITADOS:
Sardinha, atum, miúdos de frango, fígado de boi, linguiça, salsicha, presunto, mortadela, salame, etc.
Amendoim, paçoquinha, castanha de Caju
Coca-Cola, Pepsi - Cola, Cerveja

Alimentos RICOS em fósforo que devem ser CONSUMIDOS NAS QUANTIDADES RECOMENDADAS:
Carnes em geral: boi, frango, peixe (1 ou 2 porções pequenas ao dia).
Leite e derivados: Queijo, iogurte, requeijão (2 porções ao dia).
Ovo: 2 unidades por semana.
Feijão, Lentilha, grão de bico, soja (consumir 1x ao dia sem o caldo).

Esses alimentos não podem ser totalmente excluídos da alimentação, pois contêm proteína que é fundamental para o organismo.

Dica: Se você já esta em diálise e seu fósforo vem muito alterado, converse com seu medico se será necessária a utilização de quelantes para abaixar os índices de fósforo. Não tome nenhum medicamento que não esteja indicado pelo seu medico ou que ele autorize.

Orientações sobre o Fósforo...

O fósforo, assim como o Potássio, tambem deve ser controlado seguindo uma dieta adequada, evitando a ingestação exagerada de alimentos ricos em fósforo.

Problemas relacionados a níveis elevados de fósforo no sangue:
- Desenvolvimento de doença óssea.
- Retirada de cálcio dos ossos, com dores, enfraquecimento e quebra dos ossos.
- Calcificação (endurecimento) dos tecidos moles, como vasos sanguíneos, coração e pulmões.
- Coceiras em todo o corpo.

Você pode prevenir e tratar esses problemas ingerindo alimentos com pequenas quantidades de fósforo.

Alimentos RICOS em fósforo que devem ser EVITADOS:
Sardinha, atum, miúdos de frango, fígado de boi, linguiça, salsicha, presunto, mortadela, salame, etc.
Amendoim, paçoquinha, castanha de Caju
Coca-Cola, Pepsi - Cola, Cerveja

Alimentos RICOS em fósforo que devem ser CONSUMIDOS NAS QUANTIDADES RECOMENDADAS:
Carnes em geral: boi, frango, peixe (1 ou 2 porções pequenas ao dia).
Leite e derivados: Queijo, iogurte, requeijão (2 porções ao dia).
Ovo: 2 unidades por semana.
Feijão, Lentilha, grão de bico, soja (consumir 1x ao dia sem o caldo).

Esses alimentos não podem ser totalmente excluídos da alimentação, pois contêm proteína que é fundamental para o organismo.

Dica: Se você já esta em diálise e seu fósforo vem muito alterado, converse com seu medico se será necessária a utilização de quelantes para abaixar os índices de fósforo. Não tome nenhum medicamento que não esteja indicado pelo seu medico ou que ele autorize.

sábado, 30 de julho de 2011

Orientações sobre o Potássio...

Para controlar o potássio é importante tomar alguns cuidados com as frutas, verduras e legumes que são alimentos ricos em potássio. No entanto, não se deve excluir totalmente esses alimentos da dieta, pois contêm outros nutrientes importantes para  o organismo como fibras, vitaminas e minerais.

Tabela de exemplo:

FRUTAS COM MENOS POTÁSSIO
Laranja Lima média
Banana maçã média
Abacaxi (1 fatia média)
Maçã média
Pêra média
Tangerina
Ameixa fresca média
Caqui médio
Manga (1 unidade pequena)
Melancia (1 fatia média)
Jabuticaba (2 pires de chá)
Morango (10 unidades)
Limão (1/2 copo)
Pêssego médio.

FRUTAS COM MAIS POTÁSSIO
Laranja pêra média
Banana prata, nanica
Mamão (1 fatia média)
Melão (1 fatia média)
Abacate (1/2 und. média)
Uva (1 cacho pequeno)
Maracujá médio
Goiaba média
Kiwi médio
Jaca (5 gomos)
Amora (10 unidades)
Figo médio
1/2 copo de água de coco

Lembrete: Sucos naturais equivalem a 1 porção da fruta.

Você pode comer 1 ou 2 frutas por dia com POUCO potássio ou 1 fruta por dia com MUITO potássio.

IMPORTANTE: Não comer carambola, pois é tóxica para quem tem Insuficiência Renal Crônica.

Como reduzir a quantidade de Potássio dos alimentos:
O cozimento em água reduz cerca de 60% do potássio das verduras e legumes. Para tanto, deve-se proceder da seguinte maneira:
- Descascar os legumes/vegetais
- Colocar em uma panela com bastante água e deixar ferver
- Escorrer a água do cozimento
- Refogar como desejar

Em geral, os vegetais crus podem ser ingeridos em pequenas quantidades (1 pires de chá)

Sopas: Não utilize a mesma água onde foram cozidos os legumes e verduras, pois esse caldo é rico em potássio.

EVITAR:
Caldo de Cana
Suco concentrado de fruta
Chocolate
Amendoim, Castanha, Amêndoa, etc.
Extrato de tomate
Frutas secas: Uva passa, Ameixa Seca, Coco seco ralado

Sintomas de excesso de potássio (hipercalemia):
Geralmente são cardiovasculares como a desaceleração da freqüência cardíaca, arritmia, diminuição da pressão arterial, podendo evoluir para uma parada cardíaca.

Orientações sobre o Potássio...

Para controlar o potássio é importante tomar alguns cuidados com as frutas, verduras e legumes que são alimentos ricos em potássio. No entanto, não se deve excluir totalmente esses alimentos da dieta, pois contêm outros nutrientes importantes para  o organismo como fibras, vitaminas e minerais.

Tabela de exemplo:

FRUTAS COM MENOS POTÁSSIO
Laranja Lima média
Banana maçã média
Abacaxi (1 fatia média)
Maçã média
Pêra média
Tangerina
Ameixa fresca média
Caqui médio
Manga (1 unidade pequena)
Melancia (1 fatia média)
Jabuticaba (2 pires de chá)
Morango (10 unidades)
Limão (1/2 copo)
Pêssego médio.

FRUTAS COM MAIS POTÁSSIO
Laranja pêra média
Banana prata, nanica
Mamão (1 fatia média)
Melão (1 fatia média)
Abacate (1/2 und. média)
Uva (1 cacho pequeno)
Maracujá médio
Goiaba média
Kiwi médio
Jaca (5 gomos)
Amora (10 unidades)
Figo médio
1/2 copo de água de coco

Lembrete: Sucos naturais equivalem a 1 porção da fruta.

Você pode comer 1 ou 2 frutas por dia com POUCO potássio ou 1 fruta por dia com MUITO potássio.

IMPORTANTE: Não comer carambola, pois é tóxica para quem tem Insuficiência Renal Crônica.

Como reduzir a quantidade de Potássio dos alimentos:
O cozimento em água reduz cerca de 60% do potássio das verduras e legumes. Para tanto, deve-se proceder da seguinte maneira:
- Descascar os legumes/vegetais
- Colocar em uma panela com bastante água e deixar ferver
- Escorrer a água do cozimento
- Refogar como desejar

Em geral, os vegetais crus podem ser ingeridos em pequenas quantidades (1 pires de chá)

Sopas: Não utilize a mesma água onde foram cozidos os legumes e verduras, pois esse caldo é rico em potássio.

EVITAR:
Caldo de Cana
Suco concentrado de fruta
Chocolate
Amendoim, Castanha, Amêndoa, etc.
Extrato de tomate
Frutas secas: Uva passa, Ameixa Seca, Coco seco ralado

Sintomas de excesso de potássio (hipercalemia):
Geralmente são cardiovasculares como a desaceleração da freqüência cardíaca, arritmia, diminuição da pressão arterial, podendo evoluir para uma parada cardíaca.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Antibióticos...

O uso excessivo de antibióticos além de danificar os rins pode criar uma resistência prejudicial a sua saúde. Como estava com uma infecção urinaria que estava resistente para a maioria dos antibióticos e esses dias recebi um panfleto informativo da Ultrafarma que explica a forma correta de usar um antibiótico, resolvi publicar aqui as informações desse panfleto.

As bactérias são microorganismos que, em contato com o nosso corpo, são capazes de originar várias doenças (infecções).
O nosso organismo utiliza nossas células de defesa para destruir essas bactérias, mas nem sempre ele consegue vencer sozinho essa batalha.
É por isso que necessitamos da ajuda dos antibióticos, que são medicamentos específicos para o tratamento de doenças causadas por bactérias.
Em algumas situações, uma ou outra bactéria sobrevive e pode sofrer modificações ou mutações que as deixam mais "fortes" e levam ao surgimento das bactérias resistentes.
Como consequência, os antibióticos perdem a batalha e o tratamento da doença fica muito mais difícil.
Esse processo é conhecido por resistência bacteriana. Para evitá-la, devemos utilizar corretamente os antibióticos.

USO CORRETO DOS ANTIBIÓTICOS:
1- Nunca tome medicamentos sem o conhecimento do seu médico.
2- Aos primeiros sintomas de uma doença infecciosa (febre, dor, calafrios) procure o médico.
3- Nunca tome antibióticos indicados por colegas, amigos, vizinhos ou parentes.
4- Nunca compre ou tome antibióticos por conta própria.
5- Diga não a "empurroterapia" e a automedicação.
6- Apenas o profissional habilitado saberá qual é o melhor antibiótico para o tratamento da sua infecção bacteriana.
7- Respeite sempre a dose e o horário indicados; informe-se com o farmacêutico/médico.
8- Não tome antibióticos junto com bebida alcoólica.
9- Nunca interrompa o tratamento antes do recomendado, mesmo que os sintomas desapareçam.
10- Em caso de uma nova infecção, nunca reaproveite a sobra de antibióticos usados no tratamento da infecção anterior.
11- Nunca guarde a sobra do antibiótico usado após o fim do tratamento.
12- Antibióticos não têm nenhum efeito sobre gripes e outras doenças causadas por vírus.

Antibióticos...

O uso excessivo de antibióticos além de danificar os rins pode criar uma resistência prejudicial a sua saúde. Como estava com uma infecção urinaria que estava resistente para a maioria dos antibióticos e esses dias recebi um panfleto informativo da Ultrafarma que explica a forma correta de usar um antibiótico, resolvi publicar aqui as informações desse panfleto.

As bactérias são microorganismos que, em contato com o nosso corpo, são capazes de originar várias doenças (infecções).
O nosso organismo utiliza nossas células de defesa para destruir essas bactérias, mas nem sempre ele consegue vencer sozinho essa batalha.
É por isso que necessitamos da ajuda dos antibióticos, que são medicamentos específicos para o tratamento de doenças causadas por bactérias.
Em algumas situações, uma ou outra bactéria sobrevive e pode sofrer modificações ou mutações que as deixam mais "fortes" e levam ao surgimento das bactérias resistentes.
Como consequência, os antibióticos perdem a batalha e o tratamento da doença fica muito mais difícil.
Esse processo é conhecido por resistência bacteriana. Para evitá-la, devemos utilizar corretamente os antibióticos.

USO CORRETO DOS ANTIBIÓTICOS:
1- Nunca tome medicamentos sem o conhecimento do seu médico.
2- Aos primeiros sintomas de uma doença infecciosa (febre, dor, calafrios) procure o médico.
3- Nunca tome antibióticos indicados por colegas, amigos, vizinhos ou parentes.
4- Nunca compre ou tome antibióticos por conta própria.
5- Diga não a "empurroterapia" e a automedicação.
6- Apenas o profissional habilitado saberá qual é o melhor antibiótico para o tratamento da sua infecção bacteriana.
7- Respeite sempre a dose e o horário indicados; informe-se com o farmacêutico/médico.
8- Não tome antibióticos junto com bebida alcoólica.
9- Nunca interrompa o tratamento antes do recomendado, mesmo que os sintomas desapareçam.
10- Em caso de uma nova infecção, nunca reaproveite a sobra de antibióticos usados no tratamento da infecção anterior.
11- Nunca guarde a sobra do antibiótico usado após o fim do tratamento.
12- Antibióticos não têm nenhum efeito sobre gripes e outras doenças causadas por vírus.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

1 ano e 8 meses...

Puxa vida, já faz um mês que não escrevo aqui.
Passou muito rápido esse mês, acho que como estou conseguindo andar mais, arrumei mais compromissos e com isso acabei me distanciando daqui, mas a intenção nunca foi essa, só paro de escrever aqui o dia que não
conseguir mais digitar.
Bom, como já disse o mês foi corrido, fiz os seguintes exames:
- Ultrasom de Abdômen Total
- Endoscopia
- Audiometria Tonal e Vocal
- Eco cardiograma (novamente)
- MAPA

- HOLTER
Também fiz os exames de sangue de rotina na clinica, não divulguei ainda por falta de tempo, mas vou postar (EDITADO: Já postei, esta logo abaixo desse post).
Estão melhores do que quando eu fazia 3x por semana, tirando a anemia. Além de passar por algumas consultas tambem.
Falta agora fazer somente avaliação da visão, mas isso porque a família toda do meu pai tem glaucoma (e ficam cegos precocemente) e eu tenho que verificar isso uma vez por ano.

Ainda não mudei de equipe do transplante, estou estudando com calma minhas possibilidades, não vou pelas estatísticas, minha maior intenção é que tenha consultas (mesmo que 1x), exames pré-operatórios e acima de tudo um bom dialogo com a equipe. Quero ter certeza que após o transplante eu vou conseguir tirar duvidas. Acho fundamental ter uma boa comunicação com o (s) medico(s), e muitas vezes não conseguimos isso, só quando pagamo$$$ a consulta por fora, o que acho fora de propósito já que é um tratamento 100% coberto pelo SUS, então é por esse lado que eu vou. Aceito recomendações, quem for de São Paulo, pode dar a opinião de sua equipe tanto nos comentários desse post, quanto no formulário de contato ao lado.

Desculpem pela sumidinha, mas olhem pelo lado bom, existe vida além da hemodiálise ;)

Quem esta iniciando, pode ter certeza que existe MESMO vida além da hemodiálise (e na própria hemodiálise), que quando a fase de inseguranças passa, você começa a encarar tudo com mais naturalidade. Tudo na vida passa e até a própria vida irá passar, não são só os renais que estão condenados a isso, faz parte do ciclo da vida, então relaxem, e busquem aproveitar melhor suas famílias, amigos, amores e distribua tudo que você tem de bom com todas as pessoas, não digo coisas materiais, mas o seu melhor, que é seu tempo, sua gentileza e sua vontade de viver.

Aos que já estão nessa maré por algum tempo, vamos ter em nossos pensamentos que somos pessoas privilegiadas por conseguir esse tratamento , ele prolonga e muito nossas vidas, é muito melhor depender de uma maquina 2, 3x por semana, que receber um diagnostico onde você não tem opção a não ser esperar para morrer. A medicina alcançou isso para nós, anos atrás muitos morreram por não ter essa tecnologia, e a medicina avança, pode ser que em breve alguns recebam a felicidade de inverter o quadro e ser curado, pode ser que não, mas vai chegar o dia que renais não vão mais depender de nenhum tipo de diálise. Eu acredito nisso. E não me importa se vou fazer parte desse grupo, me importa o hoje, o agora, o que vier adiante é lucro.

Para finalizar, quero agradecer todas as mensagens de apoio que recebi esses dias, e também contato de pessoas preocupadas com minha ausência aqui, prometo não assustar mais ninguém, rsrsrs


Um abraço carinhoso para todos.

Minha mente atualmente esta boa.

Meu físico atualmente esta ótimo (minhas dores estabilizaram).

1 ano e 8 meses...

Puxa vida, já faz um mês que não escrevo aqui.
Passou muito rápido esse mês, acho que como estou conseguindo andar mais, arrumei mais compromissos e com isso acabei me distanciando daqui, mas a intenção nunca foi essa, só paro de escrever aqui o dia que não
conseguir mais digitar.
Bom, como já disse o mês foi corrido, fiz os seguintes exames:
- Ultrasom de Abdômen Total
- Endoscopia
- Audiometria Tonal e Vocal
- Eco cardiograma (novamente)
- MAPA

- HOLTER
Também fiz os exames de sangue de rotina na clinica, não divulguei ainda por falta de tempo, mas vou postar (EDITADO: Já postei, esta logo abaixo desse post).
Estão melhores do que quando eu fazia 3x por semana, tirando a anemia. Além de passar por algumas consultas tambem.
Falta agora fazer somente avaliação da visão, mas isso porque a família toda do meu pai tem glaucoma (e ficam cegos precocemente) e eu tenho que verificar isso uma vez por ano.

Ainda não mudei de equipe do transplante, estou estudando com calma minhas possibilidades, não vou pelas estatísticas, minha maior intenção é que tenha consultas (mesmo que 1x), exames pré-operatórios e acima de tudo um bom dialogo com a equipe. Quero ter certeza que após o transplante eu vou conseguir tirar duvidas. Acho fundamental ter uma boa comunicação com o (s) medico(s), e muitas vezes não conseguimos isso, só quando pagamo$$$ a consulta por fora, o que acho fora de propósito já que é um tratamento 100% coberto pelo SUS, então é por esse lado que eu vou. Aceito recomendações, quem for de São Paulo, pode dar a opinião de sua equipe tanto nos comentários desse post, quanto no formulário de contato ao lado.

Desculpem pela sumidinha, mas olhem pelo lado bom, existe vida além da hemodiálise ;)

Quem esta iniciando, pode ter certeza que existe MESMO vida além da hemodiálise (e na própria hemodiálise), que quando a fase de inseguranças passa, você começa a encarar tudo com mais naturalidade. Tudo na vida passa e até a própria vida irá passar, não são só os renais que estão condenados a isso, faz parte do ciclo da vida, então relaxem, e busquem aproveitar melhor suas famílias, amigos, amores e distribua tudo que você tem de bom com todas as pessoas, não digo coisas materiais, mas o seu melhor, que é seu tempo, sua gentileza e sua vontade de viver.

Aos que já estão nessa maré por algum tempo, vamos ter em nossos pensamentos que somos pessoas privilegiadas por conseguir esse tratamento , ele prolonga e muito nossas vidas, é muito melhor depender de uma maquina 2, 3x por semana, que receber um diagnostico onde você não tem opção a não ser esperar para morrer. A medicina alcançou isso para nós, anos atrás muitos morreram por não ter essa tecnologia, e a medicina avança, pode ser que em breve alguns recebam a felicidade de inverter o quadro e ser curado, pode ser que não, mas vai chegar o dia que renais não vão mais depender de nenhum tipo de diálise. Eu acredito nisso. E não me importa se vou fazer parte desse grupo, me importa o hoje, o agora, o que vier adiante é lucro.

Para finalizar, quero agradecer todas as mensagens de apoio que recebi esses dias, e também contato de pessoas preocupadas com minha ausência aqui, prometo não assustar mais ninguém, rsrsrs


Um abraço carinhoso para todos.

Minha mente atualmente esta boa.

Meu físico atualmente esta ótimo (minhas dores estabilizaram).

domingo, 10 de julho de 2011

Resultados dos Exames...

PRE HEMODIALISE:
Hemoglobina: 9,5

Hematocrito: 29,3

Ureia: 92,4
Calcio Ionico: 1,27
Fosforo: 3,6
Potassio: 4,3

TGP: 9

POS HEMODIALISE:
Ureia: 34,7


Resultados dos Exames...

Hemoglobina: 9,5
Hematocrito: 29,3
Ureia: 92,4
Calcio Ionico: 1,27
Fosforo: 3,6
Potassio: 4,3
TGP: 9

PÓS HEMODIALISE:
Ureia: 34,7