segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Hospital do Transplante (Brigadeiro)

O Dr. O. me encaminhou para o Hospital do Transplante de São Paulo (antigo Hospital Brigadeiro), para uma consulta com uma Nefrologista que é especialista em tratar pacientes renais com o PTH alto. Logo que saí da hemodiálise na quinta passada (2/12) eu fui para o hospital, cheguei era 10h30min aproximadamente, mas como a Dra. só chegava depois das 13:00, eu fiquei vagando pela Paulista com minha mãe até chegar a hora da consulta.
Quando chegou o horário, fui encaminhada para o primeiro andar, para esperar pela Dra. mas por ficar andando pela Paulista, estava com tanta dor nos joelhos que deixei minha mãe encarregada de ir atrás da medica, rsrs, não demorou muito, a medica chegou e eu fui a primeira a ser atendida.
Gostei do atendimento do Hospital, da Dra., dos funcionários em si, o hospital é organizado e não é tumultuado. Saí do consultório com varias guias para exames e com algumas boletas (pedidos de consultas). Praticamente tudo que tiver que fazer, vai ser feito no próprio hospital, menos a cintilografia das paratireóides, que vou ter que fazer em outro lugar, mas o ultrasom, exame de sangue, consulta com a equipe de cardiologia, com o anestesista, é feito no próprio hospital. A Dra. solicitou uma bateria de exames,para ver se vai ser mesmo necessário fazer a operação das paratireóides.
Minhas consultas e exames ficaram para fevereiro, praticamente o mês todo vou bater cartão no Hospital do Transplante, rsrs, mas não reclamo, o que importa é melhorar.
Eu fiquei sabendo de um novo medicamento que esta para ser aprovado aqui no Brasil, onde vai fazer com que a operação das paratireóides não seja mais necessária, mas a questão é quando vão liberar esse remédio? Alguns pacientes até já estão importando ele só para não ter que passar pela cirurgia, eu ainda não me informei direito, mas vou comentar com meus médicos a respeito, pois sou muito mais tomar remédio do que ir para faca, mas quem vai definir isso são meus médicos não sou eu.

2 comentários:

Ruy disse...

Sou transplantado e nem de longe fui tão otimista quanto você é em relação a vida e ao tratamento. Você é um exemplo. Parabéns e continue assim.
Logo você transplanta tambem.

Lü Sielskis disse...

Oi Ana Paula,adorei cair aqui no seu blog!!Estava atrás de pth pq tbm passo por isso...preciso descobrir que remédio é este...o meu pth está 1800!!!
Eu sou renal desde sempre...meu blog, atualmente parado, se quiser entrar:

www.vidarenal.blogspot.com

Beijão¨*