terça-feira, 24 de agosto de 2010

Sessão 115...

Na contagem da doença, seja na lista de espera do transplante, seja no numero de transfusões de sangue realizadas, de agulhas utilizadas no tratamento, ou até nos dias em que tudo corre tranqüilo, sem nenhuma dor ou sintoma, eis mais um numero para minha coleção: Fiz minha 115ª sessão de hemodiálise. Parece que foi ontem que tudo aconteceu.

Fiquei com a curiosidade de contar quantas vezes eu fiz hemodiálise, pois quando estava de saindo da clinica, vi uma menina entrando que aparentava ter no maximo 15 anos. Ela estava trajando o avental do hospital que provavelmente estava internada, aguardando para fazer a primeira hemodiálise.
Eu senti uma dor no coração de ver aquela menina, ancorada no ombro do seu pai (provavelmente era pai, não sei). Senti uma vontade imensa de ir falar com ela, de consolar, de explicar que não é tão ruim como aparenta, mas no mesmo instante, lembrei do meu primeiro dia na clinica, e percebi que não adiantaria minhas palavras naquele momento. Torço de coração para que o problema da menina seja uma insuficiência renal aguda, assim tem como reverter o quadro.

Só quem esta dentro da sala de hemodiálise, sabe o quanto é triste ver uma pessoa nova chegar.

Nenhum comentário: