quarta-feira, 28 de julho de 2010

8 meses...

Hoje completo 8 meses consciente de que tenho IRC, então vou detalhar o andamento da minha vida na hemodiálise.

Minha pressão esta voltando ao normal, geralmente a mais baixa fica em 11x7 e a mais alta 13x8, bem melhor do que 10x6, 9x6 que estava há um tempo atrás.

O maximo de peso que pego entre uma diálise e outra são 2 quilos (isso entre sábado e terça-feira, onde o intervalo entre a diálise é maior).
Acho que estou gripando, ontem tive um pouco de febre, e hoje ainda estou sentindo um pouco de calafrios e um desconforto na garganta, geralmente o remédio receitado para esses sintomas é o Tylenol, mas vou consultar amanha o medico da clinica para saber se posso tomar ele.

A fistula vai bem, apesar das punções serem próximas uma da outra (o que faz a qualidade na filtragem diminuir) e na dobra do braço (fazendo eu ficar com o braço esticado a diálise inteira). Ainda da um friozinho na barriga toda vez que vão me puncionar, mas não é nada insuportável, tanto que não da nem pra calcular em segundos, o tempo que leva para eu esquecer que tem 2 agulhas no meu braço logo depois que sou puncionada.

O Sr. que senta ao meu lado (aquele da tremedeira) há duas diálises não aparece, provavelmente esta internado mais uma vez.

Meu "trabalho" ta devagar e sempre, me inscrevi em um curso on-line do Sebrae, mas ainda não comecei pois estou com a concentração um pouco afetada.

A Dona I. (a que transplantou) esta bem e não para em casa segundo a filha dela, rs...

Minha mente atualmente esta regular.
Meu físico atualmente esta bom (tirando os joelhos e calcanhares).

8 meses...

Hoje completo 8 meses consciente de que tenho IRC, então vou detalhar o andamento da minha vida na hemodiálise.

Minha pressão esta voltando ao normal, geralmente a mais baixa fica em 11x7 e a mais alta 13x8, bem melhor do que 10x6, 9x6 que estava há um tempo atrás.

O maximo de peso que pego entre uma diálise e outra são 2 quilos (isso entre sábado e terça-feira, onde o intervalo entre a diálise é maior).
Acho que estou gripando, ontem tive um pouco de febre, e hoje ainda estou sentindo um pouco de calafrios e um desconforto na garganta, geralmente o remédio receitado para esses sintomas é o Tylenol, mas vou consultar amanha o medico da clinica para saber se posso tomar ele.

A fistula vai bem, apesar das punções serem próximas uma da outra (o que faz a qualidade na filtragem diminuir) e na dobra do braço (fazendo eu ficar com o braço esticado a diálise inteira). Ainda da um friozinho na barriga toda vez que vão me puncionar, mas não é nada insuportável, tanto que não da nem pra calcular em segundos, o tempo que leva para eu esquecer que tem 2 agulhas no meu braço logo depois que sou puncionada.

O Sr. que senta ao meu lado (aquele da tremedeira) há duas diálises não aparece, provavelmente esta internado mais uma vez.

Meu "trabalho" ta devagar e sempre, me inscrevi em um curso on-line do Sebrae, mas ainda não comecei pois estou com a concentração um pouco afetada.

A Dona I. (a que transplantou) esta bem e não para em casa segundo a filha dela, rs...

Minha mente atualmente esta regular.
Meu físico atualmente esta bom (tirando os joelhos e calcanhares).

terça-feira, 20 de julho de 2010

Lições - Gravidez...

Descobrir a gravidez durante a hemodiálise é um pouco difícil, pois o ciclo menstrual da mulher sofre alterações, muitas nem menstruam mais, então deduzir uma gravidez por falta da menstruação é praticamente impossível. A mulher começa a perceber que esta grávida quando a mudança física aparece. Foi o que aconteceu com a C., que começou a sentir um "carocinho" na barriga, rsrs.
A gravidez no caso é de alto risco, principalmente devido à hipertensão que pode causar pré-eclampsia. A necessidade de sessões diárias é para que as impurezas contidas no sangue da mãe não prejudiquem o feto. Um controle do peso também deve ser rígido e monitorado pelos médicos, pois não pode perder muito peso, já que toda grávida ganha peso devido a um bebe estar crescendo em seu útero.
A dieta deve ser balanceada e a anemia controlada para que o parto transcorra sem problema.
Geralmente os médicos optam pela cesárea, pois na maioria dos casos o parto é prematuro.
Muitas mulheres que engravidam acabam abortando, mas isso não significa que é impossível ter uma gravidez saudável, existem muitos fatores a serem considerados.
Além de contar com a atenção médica, a futura mamãe pode exercitar a mente, com pensamentos positivos, com a visualização de um parto tranqüilo, retirando a preocupação e relatos negativos que sempre surgem de pessoas inconvenientes. A mente ajuda muito, principalmente no controle da pressão, já que o emocional ajuda a elevar ela.
Equilíbrio emocional, acompanhamento médico e dieta são as palavras chaves de uma gravidez bem sucedida.

Lições - Gravidez...

Descobrir a gravidez durante a hemodiálise é um pouco difícil, pois o ciclo menstrual da mulher sofre alterações, muitas nem menstruam mais, então deduzir uma gravidez por falta da menstruação é praticamente impossível. A mulher começa a perceber que esta grávida quando a mudança física aparece. Foi o que aconteceu com a C., que começou a sentir um "carocinho" na barriga, rsrs.
A gravidez no caso é de alto risco, principalmente devido à hipertensão que pode causar pré-eclampsia. A necessidade de sessões diárias é para que as impurezas contidas no sangue da mãe não prejudiquem o feto. Um controle do peso também deve ser rígido e monitorado pelos médicos, pois não pode perder muito peso, já que toda grávida ganha peso devido a um bebe estar crescendo em seu útero.
A dieta deve ser balanceada e a anemia controlada para que o parto transcorra sem problema.
Geralmente os médicos optam pela cesárea, pois na maioria dos casos o parto é prematuro.
Muitas mulheres que engravidam acabam abortando, mas isso não significa que é impossível ter uma gravidez saudável, existem muitos fatores a serem considerados.
Além de contar com a atenção médica, a futura mamãe pode exercitar a mente, com pensamentos positivos, com a visualização de um parto tranqüilo, retirando a preocupação e relatos negativos que sempre surgem de pessoas inconvenientes. A mente ajuda muito, principalmente no controle da pressão, já que o emocional ajuda a elevar ela.
Equilíbrio emocional, acompanhamento médico e dieta são as palavras chaves de uma gravidez bem sucedida.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Sede...

Acredito que a mente humana gosta de complicar algumas coisas, um exemplo é a sede, antes de descobrir que estava com IRC, eu mal ligava para água, e no começo do tratamento, também não ligava. Quando escutava outros pacientes comentando "o pior da hemodiálise é a restrição liquida", eu pensava comigo, "Puxa, o pior é isso? Que beleza então!", mas os meses se passaram, e hoje percebo que realmente o pior da hemodiálise é a restrição liquida. Acho que o proibido meio que vira tentação, por isso que acho que a mente é insana as vezes, rsrs.
Beber água virou uma das coisas mais prazerosas da minha vida, nossa, como eu saboreio cada gotinha que desce pela garganta. Acredito que todos os IRCs são iguais nesse aspecto.
Bebo aproximadamente 800ml por dia, pois consigo eliminar alguma coisa de forma natural (urino ainda). Existem pacientes com uma restrição maior ainda, isso muda de pessoa para pessoa.

Existem dicas básicas para não sentir muita sede:
- Chupar gelo
- Beber água gelada ao invés de água com temperatura normal
- Fazer bochecho com a água e depois cuspir ela
- Evitar comida salgada (ajuda também a não aumentar a pressão, 2x1, rsrs)

Honestamente, essas coisas ajudam a camuflar um pouco a sede, mas é por pouco tempo, a estratégia que mais deu certo comigo foi criar horários para beber, assim o corpo acostuma com o horário que vai receber o liquido e não fico tão angustiada, geralmente funciona.

Sede...

Acredito que a mente humana gosta de complicar algumas coisas, um exemplo é a sede, antes de descobrir que estava com IRC, eu mal ligava para água, e no começo do tratamento, também não ligava. Quando escutava outros pacientes comentando "o pior da hemodiálise é a restrição liquida", eu pensava comigo, "Puxa, o pior é isso? Que beleza então!", mas os meses se passaram, e hoje percebo que realmente o pior da hemodiálise é a restrição liquida. Acho que o proibido meio que vira tentação, por isso que acho que a mente é insana as vezes, rsrs.
Beber água virou uma das coisas mais prazerosas da minha vida, nossa, como eu saboreio cada gotinha que desce pela garganta. Acredito que todos os IRCs são iguais nesse aspecto.
Bebo aproximadamente 800ml por dia, pois consigo eliminar alguma coisa de forma natural (urino ainda). Existem pacientes com uma restrição maior ainda, isso muda de pessoa para pessoa.

Existem dicas básicas para não sentir muita sede:
- Chupar gelo
- Beber água gelada ao invés de água com temperatura normal
- Fazer bochecho com a água e depois cuspir ela
- Evitar comida salgada (ajuda também a não aumentar a pressão, 2x1, rsrs)

Honestamente, essas coisas ajudam a camuflar um pouco a sede, mas é por pouco tempo, a estratégia que mais deu certo comigo foi criar horários para beber, assim o corpo acostuma com o horário que vai receber o liquido e não fico tão angustiada, geralmente funciona.

sábado, 10 de julho de 2010

Resultado dos Exames...

PRE HEMODIALISE:
Hemoglobina: 10,9

Hematocrito: 33,4

Ureia: 157,1
Creatinina: 7,6
Calcio Ionico: 1,29
Fosforo: 5,9
Potassio: 5,0
TGP: 27

POS HEMODIALISE:
Ureia: 50,6


LAVOISIER: 


Hemoglobina: 12,1
Hematocrito: 36,84
Plaquetas: 107.000

Ureia: 66
Creatinina: 6,0
Calcio Ionico: 5,1

Fosforo: 4,4
Potassio: 5,0
TGP: 27
Fosfatase Alcalina: 317

T3: 104
T4 Livre: 0,76
TSH: 2,26
PTH: 1394,0


Resultado dos Exames...

CLINICA:

Hemoglobina: 10,9
Hematocrito: 33,4


Ureia: 157,1
Creatinina: 7,6

Calcio Ionico: 1,29
Fosforo: 5,9
Potassio: 5,0
TGP: 27




PÓS HEMODIALISE:

Ureia: 50,6


LAVOISIER: 


Hemoglobina: 12,1
Hematocrito: 36,84
Plaquetas: 107.000

Ureia: 66
Creatinina: 6,0

Calcio Ionico: 5,1
Fosforo: 4,4
Potassio: 5,0
TGP: 27

Fosfatase Alcalina: 317

T3: 104
T4 Livre: 0,76
TSH: 2,26
PTH: 1394,0