sexta-feira, 12 de março de 2010

Ativa...

Finalmente estou ativa no cadastro de transplantes renais de São Paulo.
Acima é a pagina mostrada quando consulto aqui o meu RGCT (Registro Geral da Central de Transplantes).
Tem os dados pessoais em cima, que serve para a equipe do transplante me localizar, e abaixo tem os dados para achar o melhor doador, eu ainda não entendo muito sobre o HLA, mas assim que descobrir como funciona esse negocio, eu faço um post explicando.
As posições na lista só interferem em caso de empate de compatibilidade, mas o importante é quem for o mais compatível, ou seja, se existir um paciente na posição 1, mas o doador for mais compatível com a pessoa na posição 781, então o 781 será preferido para transplantar, apenas no caso da compatibilidade for igual, tanto pro 1, quanto pro 781, quem esta a mais tempo na fila (com o menor numero no cadastro) é que terá o privilegio em receber o órgão.

Para fazer o cadastro na fila de transplante, você deve pegar na própria clinica de hemodiálise um formulário, junto com o laudo médico, tudo assinado e preenchido, e levar para a equipe de sua preferência. Aqui em São Paulo eu sei que existem equipes de transplantes nos seguintes hospitais:
Hospital do Rim (onde eu sou cadastrada, pois é o hospital de mais fácil acesso no meu caso)
Hospital das Clinicas
Hospital Albert Einstein
Hospital Beneficência Portuguesa
Existem outros hospitais, você deve pedir toda orientação na clinica, eles tem todos esses dados e vão direcionar o que você deve fazer e como fazer.

Após ativo, o importante é sempre ficar de olho no cadastro, ver se os dados estão corretos, se existir mudança de endereço/telefone estar sempre atualizando o cadastro, alem de claro, a cada três meses, renovar o soro para continuar ativo na fila.

Bom, agora só me resta esperar, minha parte eu estou fazendo, a hora que tiver que ser, será :)

Nenhum comentário: