domingo, 28 de fevereiro de 2010

3 meses...

Terceiro mês, muita coisa aconteceu:

A principal dela foi a confecção da fistula, que infelizmente não deu certo, a frustração em cima disso foi GRANDE, como já relatei aqui.
Recebi o cartão da SPTrans.
Já acostumei com a rotina de madrugar dia sim, dia não.
A densitometria óssea acusou Osteopenia.
Minha anemia piorou muito.
Peguei infecção urinaria.
Fiz transfusão de sangue (2 bolsas).
Teve o chá de bebe da Cris, sem a presença dela, rs

Minha mente atualmente esta quase boa.
Meu físico atualmente esta bom (tirando os joelhos e calcanhares).

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Chá de bebe...

Hoje foi o chá de Bebe da C.
Só que ela não esteve presente, pois esta internada devida a pressão alta. Mas ela esta bem, lá no HC estão cuidando bem dela e do bebe, eles estão estáveis.
Como a gravidez na hemodiálise é de alto risco, é importante ela ser monitorada, por isso em muitos casos, assim que a mulher descobre que esta grávida, ela já é internada, no caso da Cris ela só esta devido a pressão, mas acredito que deva sair assim que a pressão melhorar.
O chá de bebe foi gostoso, a mãe da C. é um amor de pessoa.
A comida estava boa, rsrsrs, e ela ganhou muita coisa :) Uma pena não ter participado, mas espero que tenha sentido o carinho de todos lá da clinica.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

Bye bye pontos...

Hoje tiraram os pontos da cirurgia da fístula, também não doeu, deu só uma fisgadinha na do meio, que estava muito colada na pele. Uma pena a fistula não ter funcionado, mas não faz mal, em breve outra será confeccionada.

Acredito que vai formar uma queloide nessa cirurgia.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Transfusão de sangue...

Fiz a segunda transfusão de sangue da minha vida hoje.
Minha anemia voltou e tava grave a coisa, não teve jeito, mas agora vou tomar o hemax direitinho, e acredito que não vou precisar mais de transfusões. Dessa vez foram duas bolsas, dá sempre um frio na barriga isso, mas o que é uma transfusão para quem precisa de um transplante?

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Resultado dos Exames...

CLINICA:

Hemoglobina: 8,9
Hematocrito: 27,6


Ureia: 139,3

Calcio Ionico: 1,15
Fosforo: 5,4
Potassio: 4,0
TGP: 68



PÓS HEMODIALISE:

Ureia: 29,9


CONVENIO: 

Hemoglobina: 10,3
Hematocrito: 30,1
Plaquetas: 112.000

Ureia: 59
Creatinina: 6,0


Acido Urico: 4,4
Glicemia: 81,0
Sodio: 141,0
Calcio 9,5
Fosforo: 4,8
Potassio: 4,4




FAN: Não Reagente
Anti-DNA: Não Reagente




Albumina: 4,0
Globulina: 2,4

PTH: 56,4

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Um passo para tras...

Hoje o médico bateu o martelo, a fístula não esta funcionando, e pelo que eu percebi, ela já saiu da cirurgia sem funcionar. Estou frustrada.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Fistula n°01

A cirurgia estava marcada para as 15:00, então às 14:00 já estava no Hospital dos Rins, mas o Dr. Susume só apareceu depois das 19:00, provavelmente estava atendendo alguma emergência. Então a cirurgia foi feita somente as 20:30.

Eis o esquema da cirurgia:
- Cheguei ao hospital as 14:00, entreguei meus documentos e a guia da cirurgia.
- A atendente fez o cadastro, e eu fiquei esperando por mais de 5 horas.
- As 19:30 a atendente me chamou, me entregou um papel e pediu para que eu fosse para o 5° andar me preparar para a cirurgia.
- Chegando no 5° andar, uma outra atendente me deu um avental, touca e uma espécie de meia.
- Entrei no provador, seguindo a orientação, fiquei somente de calcinha, coloquei o avental, a touca e a meia.
- Entrei em uma sala, onde achei que era a UTI, mas na verdade é a sala RPA (Recuperação Pós Anestésica), fiquei sentada esperando minha vez.
- Na sala de RPA havia 3 pacientes, acredito que pelo menos um deles havia acabado de ser transplantado.- Enquanto esperava, fiquei observando toda rotina daquela sala, do meu lado tinha uma moça que estava esperando também para fazer uma cirurgia, no caso dela, recolocar um cateter para fazer a diálise peritonial, pelo que eu entendi o cateter dela inflamou.
- Depois de esperar quase 1 hora, fui chamada. - O enfermeiro trouxe uma cadeira de roda, e eu entrei na sala de cirurgia (gigantesca) sentei na mesa, e fiquei aguardando os preparativos.
- O Dr. Susume entrou, então deitei na mesa, um outro medico (ou enfermeiro, não sei), começou a me preparar, tampando minha visão com uma espécie de manta azul, passando álcool (ou iodo) no braço no local da cirurgia.
- Em seguida o Dr. Susume assumiu, falou a famosa "picadinha", rs, e começou.
- Eu senti a sensação de algo passando no meu pulso, como se fosse uma caneta fazendo pressão, mas sem sentir dor nenhuma, mas lógico já tinha presumido que era o bisturi e não uma caneta, rs.
- Depois dessa sensação procurei me desligar da cirurgia, no radio estava tocando 2 become 1 das Spice Girls, musica nada apropriada, já que o Dr. estava unindo veia e arteira em 1 (2 em 1). Deu até vontade de rir, pois a vida me coloca cada situação, rs.
- No final da cirurgia, escutei o Dr. comentar com alguém que minhas veias eram finas, nisso fiquei preocupada.
- A cirurgia durou uns 40 min, e posso afirmar que não senti nenhuma dor, o Dr. pediu para eu fazer muito exercício, pois minha veia era fininha, e me deu uma bolinha para começar.
Pensei que o curativo ia ser enorme, quando tiraram a manta da minha cara, olhei para o curativo e pensei "só isso".
- O enfermeiro me buscou com a cadeira de rodas novamente, e eu voltei para a sala RPA, ligaram para minha mãe vir me buscar, e em 5 min, ela já estava lá.
- Me troquei e fui para casa.

A dor começou a aparecer já era madrugada, tomei dipirona e ela diminuiu muito, tanto que consegui dormir.

O curativo e a bolinha

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Aniversário...

Em meus documentos, a data do meu nascimento esta errada, por eles eu faço aniversario dia 02/02 (mas na verdade eu faço 12/02). No trabalho, faculdade, cursos, eu sempre me acostumei a receber os parabéns no dia 02/02, tanto que brinco que faço aniversario 2x, então tem que ter festa 2x e presente em dobro também, rsrsrs.
Lá na clinica descobriram o raio do aniversário e hoje foram cantar parabéns onde eu fico amarrada, me deu uma tristeza, por estar comemorando um aniversário ali, naquela situação, pior que como já estava ligada na maquina, nem deu para sair correndo, e a vontade de correr foi grande.
Eu também nunca gostei do meu aniversario, por isso não vou culpar a hemodiálise pela vontade de sair correndo.